DEBATE HISTÓRICO DOS CANDIDATOS DA PMDF

interrogacao

Pela primeira vez candidatos que almejam uma cadeira na CLDF fizeram um debate visando nortear os eleitores e a categoria.

O momento é histórico e alguns candidatos não compareceram, demostrando desrespeito e falta de preparo para debater temas relevantes ao futuro da Categoria.

Participaram do debate nesta sexta feira os candidatos a Deputado Distrital  JABÁ, CEL JOZIEL, SGT OSVALDINO, CB ELIOMAR RODRIGUES, CB CLAYTON  E ADERIVALDO.

Os temas abordados foram políticas públicas voltadas para policiais e bombeiros, Reestruturação da Carreira e também foi discutida a condição do modelo atual para a escolha do Comandante Geral. Defendo a lista tríplice, assim como os que estiveram no debate também defendem este modelo que pode dar autonomia a Corporação e trazer mudanças de  cultura, onde o comando não será  sem autonomia e nem a categoria.

Temas como o RDE  também entraram em pauta e, sendo este apenas um decreto do Governador, eu como deputado, irei articular e findar com este modelo das Forças Armadas, uma vez não haver justificativa de sua aplicação em nossa realidade profissional. Outro tema tratado foi a questão da Dependência Química onde policiais estão mergulhando neste mundo por diversos fatores psicológicos e estresse pela peculiaridade da carreira que está entre as mais perigosas e desgastantes do planeta. Por isso bati muito na questão do policial antigo que a cada dia perde mais e não permitirei isso caso seja eleito. Estamos perdendo recursos e qualidade de vida.

Caso eleito vou fiscalizar e exigir  o cumprimento da lei 11.134/2005 que prevê a total assistência médica e psicológica aos policiais e seus familiares. Vamos corrigir erros com ações! Informo ainda que há uma área prevista para a mudança do CASo e destinaremos emendas parlamentares para que este centro de reeducação possa ser moderno e acolhedor. Hoje fica ao lado do stand de tiro do Choque e isso não traz a devida tranquilidade para cuidar de nossos policiais. O novo CASo deve ser acolhedor e deverá atender dependentes com qualidade e respeito, e para isso quero te representar.
Os temas foram debatidos com maturidade. A condução foi isenta e ninguém saiu reclamando pela maturidade deste evento.
Caso queiram acompanhar o debate estará disponível na www.radiofederal.com.br.

Os candidatos que foram convidados e não compareceram serão os mesmos que se um dia você precisar também não estarão com você!!!
Quem tem medo de um debate, tem mais medo do sistema e nunca vai te representar.
Por isso eu Jabá que sempre dei a cara a tapa quero te representar, quero cuidar de você e de sua família , por isso peço o seu voto de confiança com seriedade e respeito. Me deixe cuidar desta família chamada PMDF e da família  CBMDF.

Forte abraço!

Jabá 28.77 7

Jabá 28 777 Dep Distrital

Manifestações

Reunião dos oficiais superiores com o cmt geral em 15 de setembro de 2014

1)O assunto tratado é a Reestruturação da Carreira;

2) Cmt Geral passou a palavra ao Cel Nunes que  detalhou a proposta para posterior discussão;

3) Foi informado que a proposta retornou do gov. para PMDF devido aos ataques eleitoreiros que sofreu (principalmente no que se refere a alguns dizendo que a proposta é um golpe dos.  oficiais). Portanto voltou para novas discussões dentro da corporação

3) A proposta busca em primeiro lugar retomar as competências que tem sido “tomadas” da PMDF nos últimos anos. Foi mostrado exemplo de outras polícias pelo mundo (Chile e Colômbia por exemplo) e o porquê da denominação de PSP.
Mostrou o histórico da perda de competência da Polícia Ferroviária Federal que um dia já foi de extrema importância para o Brasil e por isso de a necessidade da PMDF não descansar enquanto perde campo para outros

4) Proposta tem três eixos:

I – COMPETENCIAS DA CORPORACAO

II – CARREIRA DOS POLICIAIS

III – ORGANIZACAO BASICA

4) No art. terceiro fala das competências da PMDF, onde há mais de 30 incisos. Em um deles (V), por exemplo,  traz a competência para fiscalização de trânsito sem necessidade de convênios. Em outro traz,  também positivado na lei, a competência para lavrar o TCO (IX)

5) O objetivo é caminhar no sentido de chegarmos ao ciclo completo de Polícia

6) Algumas outras competências positivadas na lei:

-Coleta e análise de dados
-ser informada, autorizar ou não manifestações e, havendo desobediência, aplicar as sanções previstas em lei
-Na mesma linha do item anterior, o que se refere a shows e demais eventos onde há aglomeração de pessoas
-Desenvolver ações de investigação criminal
-Executar as ativ. de Gerenciamento de Crises
-Resolver conflitos Sociais

7) Sobre a carreira dos oficiais:

- Carreira de oficial privativa de bacharel em direito

-Oficial da PMDF: Autoridade de Polícia Judiciária Militar
(Isso para resolver a questão do TCO em que os delegados estavam dizendo que só eles eram autoridades)

8) Organização Básica:
-Novo organograma

-CPR’s passam a ser chamados de Superintendências

- Diretorias de 6 para 8

-Batalhões passam a ser chamados Distritos Policiais

-Pessoal Civil (servidores públicos civis)

-Quadro Complementar de Oficiais – 20 profissionais de nível superior. No edital,  o cmt geral vai especificar a especialização que precisa

9) Extinção de Quadros:
- quadros que já estão naturalmente em extinção – passando as vagas destes, que estão ociosas,  para outros quadros.

10)O cmt geral poderá designar praças para funções específicas (de forma temporária)
(Pensando-se no período de transição). No que se refere às “funções específicas” qurm pode designar é o cmt geral,  de forma temporária. Praças com formação em engenharia por exemplo para DIPRO

11) O policial militar do QPPM será empregado por 5 anos ininterruptos na ativ. de pol ostensivo sendo vedada sua cessão a outros órgãos

12) Plano de Carreira:
Antes para o soldado chegar a maj seriam necessários 41 anos. Sendo 29 de SD a ST.
Agora, com promoções de 4 em 4 anos, o soldado vai ser promovido a cabo em 4 anos (nem mais nem menos que isso. Acaba-se o instituto da redução de interstício e coloca a “previsibilidade” acima ecposta: De Sd a St 20 anos
De St para Maj 9 anos

13)Avaliação de Desempenho: Alcançar pelo menos 60% de determinados critérios para constar em QA. Essa Avaliação de Desempenho visa tornar a instituição mais forte e respeitável.
* Ferramenta de fato polêmica e complexa a ser tratada através de decreto*

14)Proposta tem 144 artigos e o cmt geral citou ao governador que isso coincide com o número da seg . pública na CF. Mas alguns blogs, de forma mentirosa, disseram que a PM estava sendo tirada do art.144 da CF.

15) Alguns direitos:
- Adic. de Inatividade no mesmo valor do Auxílio Alimentação;
- Um posto acima na reserva;
- Gratificação de Titulação (apresentação de diplomas);

16) Não há entrada única

17) Ingresso QOPMA:
- 50% antiguidade e 50% mérito intelectual
- Ser ST
- Diploma de curso superior
- Não há limite/critério de idade

18) Promoção por tempo de serviço
Nome dado à promoção da passagem à inatividade (antiga promoção do posto acima). Somente terá direito a ela quem preencher determinados requisitos, entre eles contar com 30 anos de serviço, então por exemplo, quem sair na compulsória com somente os 25 anos de carreira não receberá essa promoção)

19) Recondução:

Visa possibilitar o cara que passa para outro cargo e lá não foi aprov. volta ao anterior

20) Readaptação:

O cara teve um prob. físico e pode trabalhar em outra área

21) Estabilidade,  de 10 para 3 anos

22) Licença de Acompanhamento de Cônjuge – outro direito trazido da 8112 – Sem remuneração -  Por 2 anos.

23) Possibilidade de realização de Especialização Strictu Sensu pelo policial militar com estabilidade,  no interesse da Adm.

24) Reserva com 25 anos para mulheres (única questão de previdência colocada nessa lei e só foi colocada porque a presidentA já assinou mesmo)

25) Transparência Procedimental (que está como um dos princípios da PMDF) volta no art. 130 para que a PMDF  divulgue semestralmente o que está fazendo.

26) As promoções de Praças são a cada 4 anos mas, para os próximos quatro anos,  as promoções de 3sgt  2sgt e 1sgt serão de três em três anos.

27) Gratificação por encargo de curso ou concurso – Valor para pagto de ‘hora-aula’ para aqueles que derem aulas. A ser regulamentado por decreto.

28) Auxílio Acidente: Para o policial que fique inválido ou que morra (nesse caso para os dependentes)

29) Revisão Geral Anual sempre no mês de maio.

30)Abono de Permanência:
O oficial, ao completar o interstício para ser promovido e ficar no posto terá direito a esse abono que é uma parcela remuneratória mensal escalonada a ser regulamentada pelo GDF. Isso porque a promoção independentemente de vagas é apenas para praças e para oficiais faz-se necessário a vaga preexistente.

31) O QOPM fica assim:

Cel =  39
TC = 120
Maj = 318
Cap = 425
1°  Ten = 250
2°  Ten = 240

Fonte: material em circulação no Whatsapp

Opinião do Blog —————————————————–—————————–

A visão do nosso posicionamento é claro valorizar o policial. Hoje nenhum ST poderia ganhar menos que 70% de um coronel para que não existisse uma política de desvalorização interna das praças e isso é degradante ao longo de décadas.

A disparidade interna e a falta de valorização profissional tem nos deixado sem a devida atenção por parte da administração.
A carreira de  praça deve atingir o topo em ST com pelo menos 15 anos para que possa haver dignidade.
A promoção sem dependência de vagas pode gerar o fluxo necessário para resgatar dívidas da administração pública conosco.

A promoção ideal hoje  seria anual para resgatar dívidas da corporação e do Estado com os mais antigos que tanto deram o sangue pela gloriosa. O reconhecimento vem com valorização e respeito.

A equipe poderia aproveitar estas reuniões e debater entrada única na corporação visando modernizar e acabar com a dicotomia interna, proporcionando integração e oportunizando aos nossos pares uma esperança de projetar uma carreira findando com  a desconfiança interna que paira sobre nós.

Polícia forte e valorizada depende do modo em que é tratada por nós ,seja administrador ou praça a busca é interna e externa . Por isso quero te representar com qualidade e sabedoria.

Posso estar na CLDF com 8 mil votos e farei valer a pena. Eu quero te representar para que não aconteça conosco o que foi regra no Governo PT.
Você e sua família terão um zelo que nunca existiu. Quero trabalhar por você !

Forte Abraço!
JABÁ 28777

Jabá 28 777 Dep Distrital

Manifestações

JABÁ ENFRENTA O PRESIDENTE DA CÂMARA LEGISLATIVA EM DEFESA DA CATEGORIA

Jabá 28 777 Dep Distrital

Manifestações

Atuação do MPDFT nas Eleições 2014

Uma página no site do MPDFT reúne links úteis, legislação e Videoaulas de Direito Eleitoral produzidas pela Escola Superior do Ministério Público da União (ESMPU).

Como denunciar

O Ministério Público é um dos órgãos responsáveis por acompanhar e fiscalizar o processo eleitoral. Para isso, os promotores de Justiça Eleitoral atuam em todas as cidades do DF visando assegurar a legitimidade do pleito.

Esse trabalho se inicia no período pré-eleitoral, com iniciativas para coibir a propaganda ilícita…

Para orientar a sociedade em geral e os agentes envolvidos nas eleições, o Ministério Público do DF e Territórios (MPDFT) produziu uma cartilha e colocou em funcionamento um formulário on-line para denúncias de crime eleitoral.

Read more »

Manifestações

Arruda desiste de candidatura ao GDF e Jofran Frejat o substitui

A esposa do ex-governador, Flávia Arruda, fecha a chapa como vice.

Arruda 2

Após a derrota no Tribunal Superior Eleitoral e da forte pressão de aliados, o candidato José Roberto Arruda (PR) desistiu de disputar as eleições para o governo do Distrito Federal. Em seu lugar assume o vice da chapa, Jofran Frejat. A mulher do ex-governador, Flávia Peres, entra como vice. O anúncio oficial deverá ser feito ainda neste sábado.

**

Apesar de resistir à renúncia, o ex-governador foi convencido por aliados próximos que essa seria a melhor decisão a ser tomada. Isso porque havia uma preocupação de que o seu nome permanecesse na chapa até segunda-feira, data com a qual o TSE vem trabalhando como prazo máximo de substituição de nomes.

Fonte: CorreioWeb
Jabá 28 777 Dep Distrital
Manifestações

REESTRUTURAÇÃO: O QUE DIZER?

Caros amigos policiais e bombeiros militares,

há 03 anos fomentamos em nosso meio a carreira para os praças, uma vez que o oficialato já possui uma condição significativa, na qual atingem o topo da carreira com 19 anos de caserna, enquanto nós praças adentramos soldado e só Deus sabe quando sairemos Cabo.

Desde 2011 estivemos na CLDF ajudando a construir um projeto, que não tem andado pela falta de visão coletiva daqueles que poderiam abrir espaço para que haja o mesmo tratamento entre praças e oficiais.

O governo recebeu várias propostas, bem como os parlamentares que estão com a obrigação de nos representar até o dia 31 de dezembro do corrente ano, e neste momento em que as eleições pulsam, aparecem muitos críticos. O mais engraçado é que sempre são os mesmos e as mesmas falácias.

Na verdade sabemos que o texto elaborado pela comissão do comando não avança por ter em seu conteúdo falhas técnicas que impossibilitam o seu avanço. Além desta proposta representar um atraso de décadas, onde tiram de nós conquistas relevantes, representa a volta do chicote e pressiona o policial a ser uma espécie de submisso que não pensa e não age.

Precisamos de uma carreira digna. Ser tratados como uma carreira de Estado não é favor , mas direito de quem fez um concurso público e representa o Estado! dito isto pergunto:

- Por que o Estado não nos valoriza e nos chama para um diálogo franco com intuito de  organizar esta carreira que desde 1809 pouco mudou ?

Acredito que há tempo hábil e a caneta está com o governador que escolhe agradar ou não aos praças que são a maioria absoluta no processo democrático. Falta respeito e sensibilidade! A nossa  representação perdeu tempo e espaço, contudo ainda existe aparelho onde respira-se até ser desligado, está quase na hora do amém.

Governador faça a carreira única e ciclo completo, agregando aos 30 anos para poder devolver um pouco daquilo que nos foi tirado neste governo ou nunca mais se dirija aos policiais militares porque não será digno de nossa pena.

Forte abraço Jabá !

Jabá – 28.77 7

Manifestações

Arruda sofre forte pressão de aliados para desistir de disputar o Buriti

Nas ruas e nos discursos, o ex-governador segue com palavras otimistas de que não desistirá da campanha. Mas nos bastidores, os prazos apertados e as decisões negativas da Justiça fazem companheiros de chapa pedirem saída do candidato.

BF

Após mais uma derrota na Justiça, na última quinta-feira, no Tribunal Superior Eleitoral (TSE), José Roberto Arruda (PR) tenta dar um clima de normalidade à campanha. Ontem, ele participou de eventos e decidiu manter os compromissos oficiais no fim de semana. Nos eventos públicos, insiste que continua a briga na Justiça e vai vencer. Nos bastidores, a situação está bem longe do confortável. Arruda mostra-se abatido, e articulações são feitas o tempo todo. A pressão de aliados próximos não para de crescer para que o ex-governador desista e defina um substituto. Na noite de ontem, encontros foram realizados e o nome do senador Gim Argello (PTB) se fortaleceu no cenário. A amigos próximos, Arruda afirmou que era “impossível desistir”.

Read more »

Manifestações

TSE nega, novamente, registro da candidatura de Arruda ao Palácio do Buriti

Ex-governador sofre nova derrota com mesmo placar da anterior: seis votos a um

Arruda 2

Apesar de toda a insistência judicial e do discurso otimista nas ruas de que continua na disputa, para a Justiça Eleitoral, José Roberto Arruda (PR) não está apto a concorrer ao Palácio do Buriti. Novamente por um placar desfavorável (6 a 1) ao ex-governador, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) manteve, no fim da noite de quinta-feira (11/9), o indeferimento do registro da candidatura dele.

Read more »

Manifestações

DEBATE DE CANDIDATOS DA CORPORAÇÂO

debate jaba

Nesta sexta feira dia 12 de setembro haverá o primeiro debate entre candidatos da PMDF. Um fato inédito onde foram escolhidos os candidatos com maior aceitação na categoria e mais populares com a sociedade .
O debate é importante para que haja maior consenso nas escolhas que nortearão o futuro da categoria na CLDF.
Policiais e bombeiros terão a oportunidade de otimizar um caminho político inovador e eficaz.
Jabá garantiu sua presença e convida aos policiais para estarem no auditório do PR ou acompanhar pela internet na rádio federal.

Grande abraço,

Jabá

Jabá 28 777 Dep Distrital

Manifestações

Arruda tem 37% no DF, Agnelo, 19%, e Rollemberg, 18%, diz Datafolha

Pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (10) aponta os seguintes percentuais de intenção de voto na corrida para o governo do Distrito Federal:

 

Eleições 2014 no DF

José Roberto Arruda (PR): 37%
Agnelo Queiroz (PT): 19%
Rodrigo Rollemberg (PSB): 18%
Toninho do PSOL (PSOL): 4%
Luiz Pitiman (PSDB): 4%
Perci Marrara (PCO): -
- Branco/nulo: 8%
- Não sabe/não respondeu: 10%

Read more »

Manifestações